Loading...

quinta-feira, 10 de junho de 2010

O que falar dos Royalties do Petróleo???

Vilipêndio.
Não consigo achar outra palavra que defina melhor o resultado da votação no nosso Senado Federal. Para quem não entende muito bem do que eu estou falando, vou tentar dar nomes comuns a uma situação que é explicada com nomes e enredos que não são tão comuns ou fácil de se ler.

Imaginemos uma situação hipotética:

Você tem uma família com filhos e os tem que educar, prover saúde e tudo que um(a) chefe de família tem que fazer. Você também tem irmãos, 25 para ser mais exato. Alguns com mais e outros com menos recursos financeiros que você. Você tem um emprego e é com esse dinheiro mensal que você tenta prover a tal educação, saúde etc...

Pois bem, você passa na universidade e acredita que seu salário PODERÁ aumentar daqui uns 10 anos, pois você acredita que essa exploração de conhecimento que a universidade lhe vai proporcionar, há boas possibilidades de você aumentar seus ganhos.

É aí que começa a confusão. Seus 24 irmãos percebendo essa possibilidade daqui a 10 anos, começam a querer que  você divida TODO o seu salário de HOJE com eles, dando como justificativa que daqui a 10 anos, você PROVAVELMENTE vai ganhar mais.

Mesmo respeitando o amor fraterno, é difícil achar alguma alma caridosa que tire de seus filhos para ajudar hoje irmãos baseando-se no popular ovo no fiofó da galinha. Acredito que você que me lê concorda comigo, talvez discordasse de mim, dizendo que nem daqui a 10 anos você dividiria com seus irmãos, ou talvez você diria... "Se eu fosse o irmão, ia querer um pouco dessa boquinha também".

É isso aí. comparando, Você é o estado do RJ e ES, Seus irmãos são os outros 24 estados. Seu salário, são as taxas de extração que as empresas de petróleo pagam pelo direito de explorar. e sua Universidade são os poços do chamado pré-sal que ninguém pode garantir que eles um dia serão explorados para poder gerar os famosos "royalties".

Ainda em dúvida porque há estados muito pobres e que precisam desses recursos para evoluir e crescer? Então pense comigo. Se no meio daquela suposta universidade houver alguma doença grave com um de seus filhos e você precise fazer um tratamento muito caro para salvá-lo? Se você não tiver recursos suficientes para pagar será que seus irmãos pobres irão recorrer você? Eles afinal foi beneficiado por seu salário de hoje.


Sabemos que haverá uma comoção familiar, mas o dindin necessário não haverá mais. Mais uma metáfora para explicar o que irá acontecer com a população das cidades do estado do RJ e ES se um desastre ecológico das proporções do que está acontecendo no Golfo do México.

Então está aí. O Senado aprova esse vilipendioso ato, esse "rapa" ao RJ e ES, e... O que??? Você está rindo??? Está rindo de que??? Ahhhh vc é gaúcho? Você se acha o irmão que vai meter a mão nessa grana??? Cuidado...

Esse ato é uma perigosíssima ruptura do estado federativo... Ahhh te peguei, você não sabe o que é isso??? No estado federativo, cada unidade da federação (os estados) é soberano sobre os recursos sobre seus recursos junto com a união, mas não entre unidades federativas.

Isso significa que o minério de ferro do Pará é direito do Pará, e não do Maranhão e se a quebra vale para o petróleo, também poderá valer para toda a exploração de recursos minerais e vegetais do país. Inclusive o Aquífero Guarani. Aí malandro, sou e que vou tomar banho nessa água, porque ela vai se a mais nova praia do RJ e ES.

O Primeiro "Post" a gente nunca esquece!!!

Só o título dessa postagem já entrega a idade. Quem ler esse titular e não se lembrar de uma propaganda de sutiã, ou é muito mais novo do que eu, ou está com sérios problemas de memória.
Mas na realidade isso pouco importa, são todos bem-vindos. São bem-vindos todos aqueles que se interessem por papo fiado, mas desde que seja de bom nível...
Após 3 meses morando só, fui convencido pela minha esposa a expurgar meus fantasmas e espantar minha solidão através de um blog. Em outra oportunidade eu conto como cheguei aqui.